Descubra mais sobre outros PET's da Universidade Federal da Fronteira Sul
Conheça todos os Petianos do PETCiências!!
Realização do Seminário Interno dos Programas de Educação Tutorial da UFFS! Clique para saber mais!

PALESTRA SOBRE SEXUALIDADE DAS PLANTAS

princeton-97827_1280

No dia 16.05.2017, aconteceu a Palestra sobre Sexualidade das Plantas, ministrado pela Profª. Dra. Carla G. Maria de Pelegrin.

Petiano

san-jose-92464_1280

Quer saber quem faz o Programa de Educação Tutorial PET Ciências da UFFS Campus Cerro Largo acontecer? Clique e conheça a lista de Petianos completa!.

BANNER PET

academic-2769_1280

Clique em Leia Mais para Conferir Nosso Banner.

OUTUBRO ROSA E NOVEMBRO AZUL


No dia 23 de outubro como forma de iniciar a palestra de formação do mês, o PETCiências buscou por intermédio da Liga de Combate ao Câncer de Cerro Largo conscientizar a comunidade acadêmica da importância  da prevenção ao câncer, sendo que a região noroeste do Rio Grande do Sul tem uma ampla incidência de casos de câncer de mama e próstata que são temas do Outubro Rosa (mês de conscientização sobre o câncer de mama)e o Novembro Azul (mês de conscientização sobre o câncer de próstata), buscamos relembrar por estes a importância da realização de exames periódicos tanto de homens como mulheres, tendo em vista que o câncer é uma doença silenciosa que pode levar a morte caso não tratado a tempo. Neste mesmo dia como símbolo de apoio todo os petianos utilizaram lenços na cabeça em forma de relembrar a importância da conscientização a prevenção do câncer buscando salientar a prevenção a saúde.
Outubro Rosa - é um movimento mundial que tem como objetivo conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Por isso no mês de outubro são realizadas várias ações de sensibilização. O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 28% dos casos novos a cada ano. É o segundo tipo mais frequente no mundo. Se diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico é relativamente bom. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, muito provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estádios avançados. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, principalmente após os 50 anos.
Novembro Azul - Tem o objetivo de conscientizar os homens sobre cuidados básicos de saúde e, principalmente, sobre a luta contra o câncer de próstata. O câncer de próstata é considerado o segundo mais comum na população masculina em todo o mundo. A maioria dos cânceres de próstata é diagnosticado em homens acima dos 65 anos, e somente menos de 1% é diagnosticado em homens abaixo dos 50 anos. Com o aumento da expectativa de vida mundial, é esperado que o número de casos novos de câncer de próstata aumente cerca de 60%.



Avaliar ou classificar? Poesia PETCiências para EFAE


Avaliar ou classificar?
 Lápis na mão, pronto para a seleção, Queria que não fosse avaliado apenas essa questão No exame é necessário tirar um notão Mas este não proporciona construção... Nota boa pra quem estudou, A mesma nota pra quem decorou, Queria saber fazer isso também... Não precisar estudar e ainda ir bem Quando dizem que não sou inteligente Só porque minha nota não foi suficiente Fico muito triste ao saber Que aquele que chutou foi bem sem entender O fracasso na escola acontece Mas muita gente se esquece Assim como a falta de organização E a qualidade da educação Quero ver uma educação Para a população Dentro da cultura e da sociedade Para termos enfim igualdade Processo que avalia ou repudia? Eu não sou igual ao Pedro Pedro não é igual a mim Que culpa eu tenho se não estou intento? Enquanto o “não sei” for um problema A educação não terá evolução, Quando o quero saber aparecer, A educação obterá resultados Isso é educação? Para quê e para quem? Aprendizagem não é somente aquilo que sei Mas sim aquilo que busco saber... Neste descompasso, do isento e da classificação Sonhei mudar o cenário da educação E me construir professor!
De: Ricelli e Karen


PETS da UFFS promovem encontro

Foram dois dias de palestra, minicursos, trocas de experiências e apresentação cultural no VI Seminário Interno dos PETS da UFFS (SINPET), que aconteceu nos dias 19 e 20 de outubro, no Campus Chapecó.
O evento reuniu alunos integrados ao Programa de Educação Tutorial (PET) de todos os campi da UFFS, tutores e orientadores dos PETs, tendo como tema principal de discussão “Discentes em foco: formação humana, saúde e equilíbrio emocional”. 
O SINPET tem como objetivo promover o encontro dos Grupos PET da UFFS, para o diálogo e o compartilhamento de experiências. É um evento de caráter científico, pedagógico e administrativo da comunidade petiana.
Realizado pelo Programa de Educação Tutorial - Assessoria Linguística e Literária da Universidade Federal da Fronteira Sul, os grupos PET que participaram foram: Assessoria Linguística e Literária da UFFS (Campus Chapecó); Práxis (Campus Erechim); PETCiências (Campus Cerro Largo); Medicina Veterinária/Agricultura Familiar (Campus Realeza) e Políticas Públicas e Agroecologia (Campus Laranjeiras do Sul).

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO APROVA MESTRADO ACADÊMICO EM ENSINO DE CIÊNCIAS - PPGECIEN

Neste dia 05 de outubro,o campus Cerro Largo da UFFS, teve a satisfação de receber uma grande noticia: a aprovação do Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências por meio do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências-PPGECIEN! O programa é um resultado do empenho do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ciências e Matemática (GEPECIEM). O Prof. Dr. Roque Ismael da Costa Güllich coordenou o GT de estudos e elaboração  da proposta APCN enviada à CAPES em outubro de 2017 e será o coordenador do Programa. Existe uma previsão de que as aulas terão início no primeiro semestre de 2019 (2019-1) e o edital de seleção está previsto para o fim do ano de 2018, ofertando 15 vagas para o  Ensino de Ciências, área de concentração do Programa. O programa irá contar com 11 professores permanentes, sendo que 10 da UFFS e uma docente é  do IFFARROUPILHA, e, conta outros 3 profesdores colaboradores das instituições da UNIJUI, UFSM e URI. O Programa poderá  no futuro apresentar proposta de Doutorado junto a CAPES.

Programa de Pós-Graduação aprova Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências - PPGECIEN

Neste dia 05 de outubro,o campus Cerro Largo da UFFS, teve a satisfação de receber uma grande noticia: a aprovação do Mestrado Acadêmico em Ensino de Ciências por meio do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências-PPGECIEN! O programa é um resultado do empenho do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ciências e Matemática (GEPECIEM). O Prof. Dr. Roque Ismael da Costa Güllich coordenou o GT de estudos e elaboração  da proposta APCN enviada à CAPES em outubro de 2017 e será o coordenador do Programa. Existe uma previsão de que as aulas terão início no primeiro semestre de 2019 (2019-1) e o edital de seleção está previsto para o fim do ano de 2018, ofertando 15 vagas para o  Ensino de Ciências, área de concentração do Programa. O programa irá contar com 11 professores permanentes, sendo que 10 da UFFS e uma docente é  do IFFARROUPILHA, e, conta outros 3 profesdores colaboradores das instituições da UNIJUI, UFSM e URI. O Programa poderá  no futuro apresentar proposta de Doutorado junto a CAPES.


Prática sobre Metamorfose da Borboleta

No dia 05 de setembro, na escola  Otto Flach, as petianas Eloisa e Aléxia realizaram uma prática com a turma do 3 ano do ensino fundamental, sobre a metamorfose de uma borboleta, utilizou-se 2 tipos de materiais alternativos: macarrão e sagu, representando os ovos, o cazulo, a lagarta e a borboleta. A prática foi muito divertida e as crianças puderam aprender de forma criativa.



PETCIÊNCIAS PROMOVE MAIS UMA ETAPA DO CURSO CIÊNCIA, AMBIENTE E FORMAÇÃO.



Na manhã de terça-feira, dia 21 de agosto, realizou-se o seminário temático intitulado “A Qualidade da Água no Município de Cerro Largo” ministrado pela técnica da Corsan Ms. Karla Marina Ziembowicz.  A atividade foi organizada pelo PETCiências liga a programação do Curso: Ciência, Ambiente e Formação.
O seminário abordou assuntos como desastres ambientais, tanto nacionais quanto internacionais e posteriormente o processo de tratamento e controle da qualidade da água realizado no município, mostrando sua complexidade. A ideia principal destes encontros mensais é o diálogo formativo, em que ao tratar de assuntos/temas que afetam a vida das pessoas podem ser pensadas estratégias de abordagem para o ensino de Ciências, sempre trazendo profissionais das áreas externos  e da própria UFFS. Assim, acreditamos que estamos também possibilitando uma maior interação Campus e Cursos/Cidade e Região em áreas de interesse para todos.

Contribuição: Aléxia Birck Fröhlich





Contribua com continuidade do artesanato de Djady Ramos Matsdorff


Djady Ramos Matsdorff , montou uma Vakinha online visando comprar uma nova maquina de costura e para dar continuidade de seu artesanato. Desse modo, a estudante salitenta:" Eu amo artesanato e costura des de sempre,  fiquei muito feliz quando consegui comprar minha máquina de costura, ela era surradinha, super antiga, uma singer do século passado adaptada com um pedal elétrico,  mas era minha e costurava bem. Mas ela foi perdendo as forças  (coitadinha), até que parou de vez, agora apesar dos concertos ela só funciona quando quer, tive que deixar alguns clientes na mão, e alguns projetos pra trás.
Mas de jeito nenhum quero parar de fazer o que amo! Tenho tentado juntar aqui e ali o valor pra comprar uma máquina nova, vendendo doces e o que mais conseguir, porém não tem sido suficiente.
Peço que me ajude a continuar trabalhando, criando, fazendo arte! 🌼🍃💕"
os link e informações para doações podem ser acessado  Clicando aki


É o PET: Solange Maria Piotrowski nomeada professora de Ciências na rede municipal de ensino do município de Giruá.


Saudações petianos e petianas,                                                                           
     Minha caminhada no PETciências (Programa de Educação Tutorial) iniciou-se em dezembro de 2012, quando estava terminando o 40 semestre do curso de Ciências Biológicas – Licenciatura, e seguiu até o término de meu curso, em dezembro de 2015.
     Desde que ingressei percebi de imediato o diferencial que ser petiana faria em minha formação, e consequentemente em minha vida, pois ali encontrei muitas possibilidades de crescer como profissional, criando uma base mais sólida no que tange ao ensino, a pesquisa e a extensão.
     Estar à frente da organização de seminários, palestras, minicursos e oficinas; participar de um projeto de pesquisa e ser pesquisadora, participar de eventos científicos, relatar e publicar minhas produções; estar inserida no ambiente escolar, tendo contato com a sala de aula, com os alunos e trabalhar práticas experimentais, foi um diferencial que agregou muito na minha formação acadêmica, na formação de minha identidade, no meu desempenho profissional e no meu “ser professora”, e tudo isso foi proporcionado por este maravilhoso programa.
     Além disso pude participar do GEPECIEM (Ciclos Formativos), onde pude fazer formação continuada mesmo ainda estando na formação inicial, onde ali abri os meus horizontes quanto a pesquisa, a investigação, a investigação-ação e a reflexão da prática docente em si, bem como da minha formação como docente.
     Todas essas oportunidades vieram ao encontro e deram maior suporte e confiança no momento em que comecei a executar os meus estágios em sala de aula, pois já possuía contato e já estava inserida neste meio. Corroboro tal fato também ao sucesso que obtive na classificação em primeiro lugar no concurso público que realizei, o que sucedeu a minha nomeação como professora de Ciências na rede municipal de ensino do município de Giruá.
     Enfim, a grande família Pet proporcionou a mim e aos meus colegas petianos grandes momentos, vivencias e aprendizagens em todos os âmbitos acadêmicos, nos desafiou, nos fez crescer gradual e continuamente, instigando e aumentando a nossa sede de conhecimento, nos mostrando que podíamos ir além e ser mais, nos formando assim por excelência.
     Para encerrar, sem dúvidas só tenho a agradecer ao PETCiências. Tenho reconhecimento e sou muito grata a minha tutora (Erica do Espirito Santo Hermel) que muito nos apoiou e guiou na nossa caminhada como Pet, ao meu professor orientador (Roque Ismael da Costa Güllich) a quem muito prezo e que se tornou a minha referência como professor, como pesquisador e pessoa, aos meus colegas petianos com quem vivenciei vários momentos especiais, aos professores de escola que trabalharam em conjunto com o Pet, bem como demais professores da UFFS que sempre apoiaram o nosso programa e nossas ações. Fica aqui o meu carinho e gratidão a todos, e para quem não conhece convido a conhecer e fazer parte deste excelente grupo que muito se destaca e muito tem a nos oferecer.
Grande abraço a todos!

Att. Solange Maria Piotrowski
       Licenciada em Ciências Biológicas - UFFS -  Campus Cerro Largo
       Professora da Rede Municipal de Ensino de Giruá






Aluna voluntária do PETCiências é aprovada em concurso público para o cargo de Professora de Ciências – Séries Finais do Ensino Fundamental no munícipio de Porto Lucena- RS

Eu Franciele Siqueira Radetzke, Professora de Ciências e Química e bolsista voluntária do PETCiências, ao compartilhar  minha tomada de posse no cargo de Professora de Ciências, venho estender a tamanha grandiosidade que o PETCiências teve em minha formação. Os 3 anos de vivências proporcionadas na Pesquisa no Ensino e na Extensão tornaram-se experiências significativas ao me formar e me transformar como Professora.
Pensar minha atuação em sala de aula, como Professora, foi objetivo traçado muitas vezes em minha caminhada e que hoje se concretiza. Ao olhar para a sala de aula, os desafios me cercam, mas ao mesmo tempo me fortalecem na certeza dos propósitos que a Formação Inicial me proporcionou: é preciso acreditar, testar, olhar mais devagar e aproximar entendimentos.
Muitas lembranças do grupo PETCiências seguirão  comigo em minha caminhada “foram tantas etapas, uma após a outra construídas”. Etapas que permitiram ‘experimentar’ a sala de aula, dialogar com professores da Educação Básica, registrar minhas inquietações e reflexões em Diário de Bordo, compartilhar minhas intensões e práticas em eventos científicos e em revistas e acima de tudo poder Pesquisar minha prática e o Ensino de Ciências.
Há, mas e se não fosse o PET, eu até poderia parar por aí. Mas ao formar mais uma Professora, o PETCiências celebra as inquietações que incutiu em cada um de vossos: a de buscar sempre mais!!
Inovar, Pesquisar e Compartilhar são feitos que levo desse grupo e por isso sigo na certeza dos desafios que estão do devir, sejam as especializações, o mestrado, as formações e tantos outros diálogos em que o Ser Professora buscará a sua plenitude!
Obrigada ao PETCiências, por fazer se construir em mim o desejo de Ser Professora, de querer a sala de aula e de pensar a sua transformação.  A esse grupo maravilhoso, votos de muitas conquistas, muitos diálogos e muitas publicações. Estarei sempre disposta ao desafio das escritas, as quais se entrelaçam ao compartilhar os feitos que muito contribuem em nossa formação. Meu coração está apertado, mas sigo confiante de que estou pronta para os desafios da docência!!
Porto Lucena, Julho de 2018.




Direitos Autorais © ­PET Ciências | Hospedado em Blogger
Desenvolvido por Viva Themes | Tema do Site por New Blogger Edição por Blog no Mundo